Aprenda a fazer controle de locação de equipamentos corretamente

controle de locação de equipamentos
3 minutos para ler

O aluguel de equipamentos é uma ótima opção para quem tem bastante demanda, mas não deseja comprar os itens necessários. No entanto, isso não significa que o seu empreendimento médico-hospitalar não precise organizar esses recursos. Nesse sentido, é fundamental que você saiba como fazer o controle de locação de equipamentos da maneira correta. Existem diversos passos que devem ser seguidos, que vão desde o cadastro dos fornecedores até o dos aparelhos.

Pensando nisso, elaboramos este artigo com algumas dicas para que você possa controlar melhor os itens alugados e, assim, ver como uma organização eficiente pode fazer toda a diferença em sua clínica, consultório ou hospital. Ficou interessado em se aprofundar no tema? Continue então a leitura do nosso artigo até o final!

Faça o cadastro completo dos equipamentos

O primeiro passo para fazer um controle de locação realmente eficiente é cadastrá-los da forma correta, o que consiste em criar um inventário de cada item. Nesse sentido, lembre-se de incluir detalhes sobre o produto, como nome, cor, funcionalidade, tipo, tamanho, data da locação e quaisquer informações que julgar necessárias. É importante que esse cadastro seja atualizado constantemente, já que, por meio dele, você terá uma noção melhor de quais são os equipamentos alugados e, assim, terá maior controle sobre cada um deles.

Cadastre os fornecedores

Além de fazer o cadastro completo dos equipamentos, é importante também realizar o dos fornecedores. Nesse caso, registre todas as informações empresariais consideradas fundamentais, como CNPJ, endereço e número de telefone. Se você preferir, vale a pena inserir quais aparelhos costumam ser alugados por cada fornecedor. Isso também ajuda a ter um controle de locação de equipamentos mais eficiente.

Powered by Rock Convert

Registre as locações

Confiar 100% na memória nem sempre é uma boa escolha. Afinal, ela pode ser traiçoeira, não é mesmo? Portanto, o ideal é que você não apenas faça o cadastro como também inclua o registro das locações. Desse modo, faça uma planilha com a data em que o equipamento foi alugado, qual foi o preço pago, forma de pagamento e por quanto tempo a locação foi contratada. Não se esqueça de inserir também qual foi a fornecedora contratada.

Gerencie os contratos

Todas as locações precisam ser feitas com base em contratos e sabemos que geralmente essa é uma parte bem burocrática. Ainda assim, ela é essencial e não deve ser negligenciada, sendo fundamental que você consiga controlar todos os contratos em relação à locação de equipamentos que ainda estão vigentes. Portanto, confira cada um e veja quais estão próximos da data de encerramento e quais podem ser renovados.

Esse cuidado também é importante para que seja verificado se o acordo está sendo cumprido de ambas as partes e, caso note algum problema, possa relatar ao fornecedor. O ideal é fazer a locação com empresas que apresentem baixa burocracia, agilidade na entrega e custo de manutenção cuja responsabilidade seja da locadora.

Com essas dicas sobre controle de locação de equipamentos, você vai ter uma noção bem mais aprofundada de cada item que está no seu empreendimento médico-hospitalar e, assim, terá os meios de gerenciar melhor todo o complexo e seus respectivos recursos. Consequentemente, o negócio como um todo será bastante beneficiado.

Gostou deste artigo? Então, recomendamos que leia o nosso post sobre como decidir entre comprar ou alugar equipamento médico-hospitalar!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário