Como o hospital pode se preparar em períodos de epidemia?

epidemia
3 minutos para ler

Em períodos de epidemia, os gestores de hospitais devem ficar atentos para que os ambientes estejam totalmente preparados para atender a uma demanda maior de pacientes. É por esse motivo que ter um planejamento para situações desse tipo é tão importante.

Um exemplo disso é a pandemia de Covid-19 — a doença causada pelo novo coronavírus que sobrecarregou estabelecimentos de saúde no mundo todo. Nesse cenário, se destacaram os hospitais que estavam preparados para atender os pacientes nessas circunstâncias.

Veja, a seguir, uma série de dicas para que os profissionais possam se preparar em períodos de epidemia e saiba como agir no seu hospital.

Conte com equipamentos de qualidade

É importante que o hospital tenha equipamentos de qualidade, e que esses itens estejam à disposição para atender a toda demanda de pacientes. Isso vai desde materiais mais simples, como seringas e agulhas, até as máquinas, como os respiradores.

Também é relevante que o hospital faça manutenções preventivas periódicas nos equipamentos, para garantir o perfeito funcionamento quando for necessário. É interessante que isso seja observado com o fabricante de cada item utilizado no hospital.

Ofereça auxílio aos profissionais, para que se protejam das doenças

Em épocas de epidemia, é preciso que o hospital também ofereça auxílio aos seus colaboradores, a fim de que eles se protejam das doenças. Para isso, uma das medidas a serem tomadas é redobrar a atenção com a assepsia dos ambientes e providenciar a compra de uma quantidade maior de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s).

É imprescindível que os médicos, enfermeiros, recepcionistas e outros colaboradores tenham à disposição tudo o que eles necessitam para se proteger. No caso da pandemia de coronavírus, por exemplo, é recomendado que o hospital disponibilize máscaras de proteção, álcool gel e outros itens que evitem a contaminação dos colaboradores.

Powered by Rock Convert

Avalie a possibilidade de abrir novos leitos

Em situações em que há muita procura por atendimento médico, abrir novos leitos pode ser uma saída para os hospitais. Isso é importante para que não ocorra superlotação e alguns pacientes deixem de ser atendidos.

Caso não seja possível abrir novos leitos por causa da infraestrutura do hospital, recomenda-se que pacientes que podem ser monitorados a distância não sejam admitidos.

Quem faz essa recomendação é o próprio Conselho Federal de Medicina (CFM), segundo as orientações repassadas aos médicos no combate ao coronavírus. Em um comunicado do órgão, foi informado que apenas os pacientes com quadro grave da doença devem ser hospitalizados.

Restrinja o acesso a visitas

As epidemias, geralmente, são de doenças virais ou bacterianas, que podem ser muito contagiosas. Por isso, quanto menos pessoas tiverem contato com os pacientes infectados, melhor.

O mais indicado a ser feito, nesse tipo de situação, é restringir o acesso a visitas. Por mais que isso seja difícil para os pacientes e seus familiares, é o mais correto a ser feito, para que o hospital não se torne um pico de contaminação.

Se você seguir essas dicas, conseguirá administrar o seu hospital com mais tranquilidade durante situações de epidemia. Esperamos que as orientações que trouxemos tenham sido úteis.

Caso tenha alguma outra dica e queira compartilhar conosco, sinta-se à vontade para deixar um comentário no espaço abaixo!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário