O que é gestão 360 e como ela deve ser aplicada no hospital?

gestão 360
4 minutos para ler

Administrar um negócio, independentemente do setor, é algo cheio de desafios. No entanto, eles podem ser ainda maiores em um hospital, uma vez que a vida das pessoas está em jogo. São inúmeros aspectos a serem gerenciados, exigindo uma abordagem diferenciada. É aí que a gestão 360 se apresenta como uma boa opção como modelo gerencial.

Esse conceito tem se destacado nos últimos anos por funcionar bem em cenários desafiadores e altamente competitivos, como no caso da saúde. Além disso, também emprega modernas tecnologias, mas sem deixar de lado o capital humano. Ficou interessado? Neste post, explicamos como funciona a gestão 360 e como é possível aplicá-la em um hospital. Acompanhe!

O que é a gestão 360?

Trata-se de um modelo de administração baseado em uma visão holística da empresa, permitindo um entendimento aprofundado sobre o funcionamento e a performance de cada setor. Por meio dele, é possível analisar os resultados de cada colaborador, percebendo quais impactos são gerados pelo desempenho deles no negócio como um todo.

Dessa forma, a gestão 360 é uma forma de conhecer a empresa por completo, a partir dos resultados de suas equipes e da forma como elas se conectam. Assim, os responsáveis conseguem identificar o que tem dado certo e o que precisa melhorado, de modo a atingir um alto nível de excelência.

Como funciona esse modelo de gestão?

A gestão 360 funciona a partir de 4 elementos básicos:

  • planejamento;
  • organização;
  • direção;
  • controle.

A partir dessa divisão, é definida uma estratégia com objetos específicos para cada equipe e gerais, para toda a empresa. Para tanto, é preciso contar com uma boa base de dados, que servirão para uma análise profunda do desempenho e dos principais problemas do negócio.

Powered by Rock Convert

Além disso, é bom destacar a importância da transparência em todos os processos. As informações precisam ser compartilhadas com os colaboradores, para que eles entendam qual é o peso do seu trabalho nos resultados da empresa. Assim, eles se sentem mais motivados e se tornam mais produtivos.

Como aplicar a gestão 360 em um hospital?

Os 4 pilares da gestão 360 apresentados anteriormente já dão uma ideia de como ela pode ser aplicada na prática. Mas podemos dizer que o planejamento é a chave para o sucesso do modelo, uma vez que a estratégia vai determinar as demais ações.

Para que esse modelo de gestão funcione em um hospital, é fundamental uma liderança efetiva, com gestores que tenham uma visão analítica, sendo capaz de otimizar processos, implementar mudanças e ter um bom controle sobre todas as ações. Para tanto, é necessário contar com dados confiáveis sobre os diferentes setores.

Também é importante engajar toda a equipe, com treinamentos constantes e uma boa troca de informações. Os colaboradores precisam fazer parte do processo de gestão para que ele funcione efetivamente.

Nessa hora, a tecnologia pode ser uma importante aliada. Softwares e aplicativos de gestão podem acelerar a integração da equipe, favorecendo o compartilhamento de informações e a coleta dos dados necessários, para um monitoramento de resultados detalhado.

Assim, para que a gestão 360 seja realmente efetiva, é fundamental investir em tecnologias adequadas para a rotina de um hospital, que sejam capazes de integrar os diferentes setores. Por isso, vale a pena conhecer os equipamentos e sistemas que podem modernizar a sua instituição, contribuindo para a redução de custos e falhas e levando-a a um patamar de excelência.

Gostou de saber o que é gestão 360? Quer conferir mais artigos que podem ajudar na gestão da sua clínica ou hospital? Então, assine a nossa newsletter e não perca nenhuma de nossas dicas!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário