Qual a importância de fazer a manutenção de equipamentos de ultrassom?

manutenção de ultrassom
7 minutos para ler

Lentidão, teclado falhando ao ser acionado, muito tempo de uso sem limpeza interna, software corrompido, problemas na comunicação de rede ou impressora. Esses são problemas que sinalizam a necessidade da manutenção de ultrassom.

O ideal é que a gestão hospitalar não deixe chegar até a essas situações, visto que a revisão preventiva deve ser planejada e seguida com critério. Afinal, o equipamento é essencial para um correto diagnóstico médico, fazendo parte dos protocolos responsáveis por garantir um atendimento de excelência. Vale destacar também que isso influencia na credibilidade da instituição de saúde que mantém o aparelho.

Para ajudar você a saber qual a importância desse procedimento, conversamos com a técnica responsável pela manutenção de ultrassom na Sinal Vital, Débora Martins. Acompanhe!

Qual a importância de fazer a manutenção de ultrassom?

A revisão desse aparelho assegura um melhor fluxo operacional dos procedimentos clínicos aos quais o paciente é submetido. Além disso, é de fundamental importância para que profissionais de saúde possam realizar suas atividades de forma segura e de forma tranquila.

Dessa forma, é possível garantir um diagnóstico preciso, além de evitar riscos aos pacientes nos tratamentos e atendimentos. Para tanto, é necessário que a gestão hospitalar esteja atenta às rotinas de manutenção, sejam elas preventivas ou corretivas, com o objetivo de oferecer um serviço de excelência. Além disso, manutenções preventivas são exigências das instituições de saúde estatais.

Logo, estar alinhado com essas diretrizes é o primeiro passo para assegurar a credibilidade da entidade de saúde em questão. Isso é importante também na hora de deixar ciente o usuário do serviço e toda a sociedade, que a instituição preza pela saúde e cuidado integral de seus pacientes. Dessa forma, a credibilidade do hospital se eleva frente a seus públicos de relacionamento.

De acordo com Débora Martins, a manutenção do ultrassom ainda garante um diagnóstico altamente eficiente. “Equipamentos confiáveis vão entregar resultados clínicos precisos e com maiores detalhes e nitidez, melhorando o diagnóstico clínico para os pacientes, independente da estrutura corporal”, analisa a técnica.

Qual a diferença entre manutenção corretiva e preventiva?

Assim como ocorre em outros equipamentos, a manutenção preventiva é realizada quando o aparelho ainda não apresenta nenhum defeito. Ou seja, ela deve ser feita justamente para evitar que o problema ocorra. Débora Martins orienta que ela deve ser realizada de acordo com a indicação do fabricante.

Já a manutenção corretiva é indicada quando o equipamento já apresenta algum defeito, sendo necessário um reparo, configuração ou troca de peça.

Como fazer a manutenção de equipamentos de ultrassom de maneira adequada?

Além de manter um controle do uso do equipamento, treinar o pessoal, manter as manutenções preventivas e realizar a limpeza dos acessórios e do aparelho sempre após o uso, é preciso contar com bons fornecedores de serviços de manutenção e seguir as orientações do fabricante.

“Para ter uma excelência na manutenção, devemos seguir à risca o que o fabricante do equipamento determina, tal como bancadas aterradas, pulseiras e mantas antiestáticas. Também é importante manter o acervo adequado para o conserto do equipamento, e o conhecimento da equipe do hospital atualizado a respeito dessas questões”, orienta a técnica.

Vale também salientar que, para elevar a durabilidade dos aparelhos, é preciso, de acordo com Débora Martins, atentar-se aos cuidados com os transdutores/probes do ultrassom.

“Eles são sensíveis e precisam de extremo cuidado com a limpeza e com o manuseio. Duas dicas preciosas são: quando utilizar o gel de contato, nunca arraste o bico da garrafa de gel nos transdutores, pois isso pode danificar a borracha presa no corpo do transdutor. Sempre que fizer uso do transdutor, é importante limpá-lo com papel, produtos autorizados e indicados pelo fabricante”, orienta. 

Por que contratar uma empresa especializada em manutenção de equipamentos de ultrassom?

De acordo com a técnica, quando a gestão hospitalar contrata um serviço junto a uma empresa especializada, é possível garantir que o equipamento será consertado com peças novas e testadas pelo fabricante.

Powered by Rock Convert

“Quando a empresa de manutenção especializada é contratada, é garantido que serão realizados testes de envelhecimento e um controle de qualidade, além da garantia do serviço, o que confere mais confiabilidade à manutenção do ultrassom”, esclarece Débora Martins.

Ela enfatiza que na hora de contratar o serviço de manutenção, é preciso estar atento e verificar se a empresa contratada é recomendada pelo fabricante, e se possui experiência no modelo do equipamento. “Além disso, é importante verificar a qualidade de atendimento para marcação de visita técnica e qual a estrutura de trabalho a empresa prestadora de serviço possui”, aconselha Débora Martins.

Qual a frequência necessária para realizar a manutenção dos equipamentos de ultrassom?

Chegar a um resultado de cálculo de frequência das ações de manutenção é uma tarefa que pode não ser tão fácil. Afinal, depende de fatores como quantidade de utilização por período, correto manuseio e até mesmo orçamento.

A melhor forma de garantir a usabilidade do aparelho é ficar atento à orientação do fabricante e observar as informações disponibilizadas para manter um cronograma de manutenção preventiva que, recorrentemente, é mais vantajoso do que a corretiva.

Isso porque, na manutenção corretiva, é comum que as peças tenham de ser trocadas, o que aumenta os custos de manter os equipamentos.

De acordo com diretrizes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, a manutenção preventiva deve ocorrer nas seguintes situações:

●       necessidade de lubrificação e alguns ajustes para fazer o aparelho funcionar bem;

●       calibrar os equipamentos;

●       conserto de leves desajustes, como folgas em uma peça ou outra;

●       realização de limpeza.

Quais são os diferenciais ao contratar a Sinal Vital?

Há mais de 15 anos no mercado, a Sinal Vital é uma prestadora de serviços que traz a excelência como premissa para o atendimento e a entrega de seus produtos e serviços. A empresa busca oferecer aos seus clientes os melhores serviços em manutenção de equipamentos hospitalares, contando com técnicos treinados junto ao fabricante.

Além disso, atende in loco e conta com especialistas de cada aparelho na hora de tirar dúvidas, tanto de modo presencial quanto por telefone. Também possui controle de qualidade e trabalha com higienização do produto, o que confere uma maior confiabilidade para o trabalho realizado.

Como vimos ao longo desta leitura, a manutenção de ultrassom é algo imprescindível para oferecer um bom atendimento e um diagnóstico preciso. Nesse sentido, é fundamental contar com os melhores prestadores de serviços, bem como estar atento às necessidades de correções corretivas e preventivas.

O que você achou deste artigo sobre manutenção de ultrassom? Entre em contato para conhecer melhor nossos serviços e produtos!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário