Terapia de alto fluxo: entenda mais sobre o assunto

terapia de alto fluxo
4 minutos para ler

Diante da pandemia do novo coronavírus, o mundo vive um momento delicado, com impacto nos mais diversos setores, mas principalmente o da saúde. A presença do COVID19 demandou uma resposta coordenada das instituições de saúde pública e privada, a fim de garantir o atendimento de um grande número de pacientes.

Nesse momento, é preciso criar fluxos específicos, agregar força de trabalho qualificada, disponibilizar terapias em larga escala e até mesmo desenvolver novas tecnologias, vacinas e outros aparatos. Nesse contexto, se encaixa a Terapia de Alto Fluxo, da marca Fisher & Paykel, que tem cumprido um papel importante na recuperação dos pacientes com COVID19.

Esse artigo é baseado na entrevista com Sandro da Silva Gomes, Bacharel em fisioterapia pela Universidade Gama Filho, Mestre em Engenharia Biomédica pela UNESP, Pós graduado em geriatria e gerontologia pela UERJ e Fisioterapeuta coordenador assistencial no Pró-Cardíaco.

A seguir, explicaremos o que é essa terapia, quais são os seus objetivos e benefícios e por que ela é recomendada para a oxigenação de pacientes. Confira!

O que é terapia de alto fluxo?

A Terapia de Alto Fluxo é uma modalidade que tem por objetivo propiciar suporte respiratório para pacientes em respiração espontânea, através da entrega de gás aquecido e umidificado com fluxos de até 60 L/min por meio de uma cânula nasal.

Com a Terapia de Alto Fluxo é possível entregar a quantidade de ar e de oxigênio exatas que o paciente necessita o que, por si só, já ajudaria na recuperação do paciente. Mas não é só isso: a umidificação adequada hidrata as vias aéreas e traz conforto durante o uso. Vale lembrar que a falta de colaboração dos pacientes é um dos principais obstáculos a serem vencidos na administração de terapias ventilatórias.

Porque ela é recomendada?

·      Facilita a eliminação de CO2 e melhora a oxigenação;

·      Reduz a frequência respiratória, o que diminui o esforço respiratório;

·      Melhora a complacência pulmonar;

Powered by Rock Convert

·      Permite conforto e mobilidade para o paciente;

·      Evita o ressecamento e a irritação das mucosas o que, por sua vez, garante a limpeza das vias aéreas;

·      Reduz o tempo de internação.

Evidências clínicas sugerem que o Alto Fluxo Nasal reduz o escalonamento (mudança da terapia ofertada devido ao fracasso da tentativa anterior) durante toda a jornada do paciente evitando, desta forma, infecções secundárias e custos associados à internação prolongada.

Além disso, o paciente pode comer, se movimentar no leito, inclusive realizar a auto-prona com auxílio, melhorando a ventilação-perfusão.

Quais foram as objeções iniciais no combate ao COVID19?

No início da atual pandemia de COVID19 havia alguma incerteza sobre a criação potencial de aerossóis em todas as formas de suporte respiratório não invasivo, incluindo Alto Fluxo Nasal. Esse medo era justificável, afinal temia-se que as terapias pudessem espalhar o vírus e comprometer a assepsia do ambiente.

A terapia de alto fluxo é recomendada por diretrizes?

Atualmente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) faz referência, em suas diretrizes, ao uso da Terapia de Alto Fluxo. A indicação é usá-la tanto na pré-oxigenação antes da intubação quanto no suporte respiratório não invasivo. Nos pacientes com insuficiência respiratória hipoxêmica, é preciso realizar monitoramento rigoroso, a fim de diagnosticar e tratar a deterioração clínica rapidamente e de forma eficaz.

Essa decisão da OMS foi tomada após publicações mais recentes que constaram que a Terapia não apresentava um maior risco de transmissão do vírus por dispersão no ar.

gráfico do estudo Whittle JS, Pavlov I, Sacchetti AD, Atwood C, Rosenberg MS. Respiratory support for adult patients with COVID-19. JACEP Open. 2020;1–7. exibe bem esse comparativo entre a distância de dispersão de diversas modalidades de suplementação.

Os recursos tecnológicos são fundamentais em um momento complicado, como o que enfrentamos na pandemia do novo coronavírus. Além das inovações tecnológicas, é preciso contar com processos bem alinhados e pessoas bem treinadas. A busca da Fisher & Paykel nesse sentido é incessante, de forma que os resultados sejam efetivos para combater o acometimento respiratório da COVID19, por meio da terapia de alto fluxo.

Convidamos você a conhecer mais profundamente a terapia de alto fluxo nasal da Fisher & Paykel e todos os seus benefícios para os pacientes. Entre em contato conosco!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário